Seleção 2016, Finais, 5/6

Placares no final do quarto tempo:

  1. Carvalho 132 x 104 Mello
  2. Casabona 103 x 177,5 Rio-Sampa.

***

Dib – Ravenna enfrentaram Mello – Emilio, enquanto Sergio Brum – Beto Brum jogaram contra Leão – Vitamina.

Isabella – Leda jogaram contra Irene – Lia Casabona, e Ágota – Heloísa sentaram contra Laurita – Lucilia. O vugraph desta rodada — e da próxima rodada também — no jogo feminino ficou prejudicado, de modo que as informações que apresento aqui sobre o jogo delas são as do BridgeMate.

Por sua vez, as mãos nos arquivos do site da federação não têm nenhuma relação com as mãos efetivamente jogadas nesta rodada, de modo que foi trabalhoso recuperar as informações (com base no vugraph do BBO, que felizmente registrou o quinto tempo da final livre).

***

Mão 1:

Mello e Emilio pararam em 5 após um leilão natural, no qual Este fez um reverse e foi apoiado. Na outra sala, o leilão começou 1 do Leão (Este), 1 (=) de Vitamina, 3 de Leão; o contrato final foi 6, que não podia ganhar, e inclusive caiu 2. 11 imps para Mello. Irene – Lia conseguiram cartear e ganhar 6 em E-O, dando 11 imps para Casabona.

Carvalho 132 x 115 Mello, Casabona 114 x 177,5 Rio-Sampa.

Mão 2:

O vugraph perdeu o que ocorreu na sala aberta (Dib – Ravenna vs. Mello – Emilio). Só tenho o registro do BridgeMate, que diz que Dib – Ravenna foram a 4, caindo duas. Se alguém souber o leilão, me avise que eu reviso o post. Na sala fechada, Vitamina (Oeste) abriu de 2, Beto Brum (Norte) dobrou e, sobre 2ST – Lebensohl, marcou 3, que foi o contrato final, e caiu uma. 3 imps para Mello.

Na final feminina, Leda – Isabella conseguiram jogar 3ST por Norte, fazendo 10 vazas e ganhando 10 imps quando Laurita – Lucilia ficaram em 3, também fazendo 10 vazas.

Carvalho 132 x 118 Mello, Casabona 114 x 187,5 Rio-Sampa

Mão 3:

Dib – Ravenna pararam em 4 e terminaram com 11 vazas. Isso lhes valeu 11 imps quando Sergio – Beto argolaram 6 no seguinte leilão:  1 de Sergio (Sul), 1 do Vitamina, 1 do Beto, 3 do Leão, 4 de Sergio. A partir daí Beto Brum perguntou Ases e parou em 6.

Na final feminina, Leda – Isabella foram a 5 e pegaram os paus 7-1 (!) para não serem castigadas por isso; ganharam 1 imp quando na outra sala Laurita – Lucilia fizeram apenas 10 vazas.

Carvalho 143 x 118 Mello, Casabona 114 x 188,5 Rio-Sampa

Mão 4:

Bolsa igual na final livre quando as duas duplas em N-S dobraram 4 e viram o adversário correr 10 vazas. Na sala aberta, Emilio abriu de 1 em terceira posição, ouviu 2 de Mello (apoio máximo de mão passada) e 2 de Ravenna, Norte. Este então marcou 3ST, e quando Mello tirou para 4, Dib dobrou. Na sala fechada, Norte (Beto Brum) abriu de 2, Leão marcou 2, Vitamina apoiou em 3, Leão foi a game, e Sergio Brum dobrou.

Na final feminina, ninguém dobrou, e Isabella foi recompensada por seu comedimento quando a carteadora, desavisada, caiu. 12 imps para Rio-Sampa.

Carvalho 143 x 118 Mello, Casabona 114 x 200,5 Rio-Sampa

Mão 5:

Dib demonstrou respeito pelos dobres informativos (“para tirar!”) do parceiro, quando o seguinte leilão bateu à sua porta: 1 de Norte, ele disse 1ST, Mello (Oeste) entrou em 2♦ , e Ravenna dobrou. Dib marcou 2 e carteou este contrato, acabando com 8 vazas. Na outra sala, Vitamina não entrou com a mão de Mello e atacou 3 por Norte, com a saída de copas do Leão. 3 terminou com 8 vazas quando Leão interrompeu o corte cruzado, produzindo o 9 na quarta rodada de espadas. 5 imps para Carvalho. Na final feminina, 1 imp para Casabona quando sua equipe fez uma overtrick em 3.

Carvalho 148 x 118 Mello, Casabona 115 x 200,5 Rio-Sampa

Mão 6:

Emilio e Mello pararam em 3ST por Este, e ganharam 14 imps quando Leão e Vitamina, em um leilão precision, acabaram chegando a 6ST e caíram 3. Bolsa igual na final feminina, as duas mesas ganhando 3ST.

Carvalho 148 x 132 Mello, Casabona 115 x 200,5 Rio-Sampa

Mão 7:

Dib – Ravenna foram empurrados a 5 quando Sul passou, Norte (Ravenna) abriu de 1, Emilio entrou com uma voz de bicolor (paus e rico), e Mello entupiu em 5. O ataque poderia ter derrubado 5 se tivesse jogado paus (na saída ou posteriormente), obrigando o carteador a cortar e levantando a Dama de trunfos de Oeste, mas Dib terminou com 11 vazas. Na outra sala, Sergio Brum, Sul, abriu de 1; Beto Brum marcou 4 e Leão entrou em 4. Como o ataque não achou o fit de paus, o contrato final foi 4, mas o carteador jogou para os trunfos divididos, cortando paus, e terminou com 9 vazas, 13 imps para Carvalho.

Na final feminina, Rio-Sampa ganhou 7 imps quando derrubou contratos das adversárias nas duas mesas (5, duas down, por E-O, 4 por N-S).

Carvalho 161 x 132 Mello, Casabona 115 x 207,5 Rio-Sampa

Mão 8:

Todas as mesas ficaram em 4. 1 imp para Carvalho e Casabona quando seus carteadores fizeram 11 vazas (Oeste abriu de barragem e Este saiu com o Ás de paus).

Carvalho 162 x 132 Mello, Casabona 116 x 207,5 Rio-Sampa

Mão 9:

Todas as mesas ficaram em 3ST por Este, e Mello e Casabona ganharam 1 imp ao fazerem uma vaza a mais; Dib saiu de ouros, enquanto Sergio Brum saiu de copas, e viu o carteador errar a jogada de ouros.

Carvalho 162 x 133 Mello, Casabona 117 x 207,5 Rio-Sampa

Mão 10:

Mello, em terceira posição, abriu de 1, e o leilão acabou quando Ravenna (Norte) interferiu em 1ST. Na outra sala, Vitamina abriu de 1ST (12-14) em Oeste, e Beto Brum acabou carteando 2ST. Ravenna fez uma vaza a mais, 1 imp para Carvalho. Na final feminina, Irene – Lia conseguiram cartear e ganhar 2 em E-O, ganhando 6 imps para Casabona quando Lucilia – Laurita fizeram 1ST+1 na outra sala.

Carvalho 163 x 133 Mello, Casabona 123 x 207,5 Rio-Sampa

Mão 11:

Mello e Emilio chegaram a um slam que depende de finesse no seguinte leilão: Passo de Sul, 1 do Mello, 1 do Ravenna, 2 do Emilio, 4 do Dib, 5 do Mello, 5 do Ravenna, e Emilio tascou 6. Justificou sua decisão acertando a jogada de ouros. 11 imps para Mello quando do outro lado o leilão foi mais tranquilo (depois que Vitamina, Oeste, abriu de 1ST, impedindo uma voz de Norte no nível de 1) e parou em 5. Bolsa igual em game na final feminina.

Carvalho 163 x 144 Mello, Casabona 123 x 207,5 Rio-Sampa

Mão 12:

Mello teve mais facilidade em cartear 1ST com as informações de seu leilão: Emilio abriu de 1 em terceira posição, Sul entrou em 1, Mello marcou 1, Emilio marcou 1, e Mello encerrou o leilão em 1ST. Acabou com 8 vazas. Na outra sala, Leão abriu de 1ST, 12-14, e enfrentou a saída de pequeno ouros por Sergio Brum. Ganhou a saída com o Rei da mesa (servindo o Valete da mão) e fez a finesse de paus. Sul fez a vaza e jogou copas, fiada, e Norte trocou para o Dez de espadas; Leão colocou o Valete, e fiou as duas vazas de espadas. Sul continuou com copas, fiadas no morto, e Norte firmou suas espadas. Quando o carteador continuou com a Dama de ouros, ela foi fiada; e quando ele jogou ouros, Sul ainda tinha uma saída da mão em paus. 1 down, 5 imps para Mello. No outro jogo, Casabona ganhou 6 imps quando conseguiu marcar e ganhar 3ST por Este.

Carvalho 163 x 149 Mello, Casabona 129 x 207,5 Rio-Sampa

Mão 13:

Na final livre, as duas mesas foram a 6♦ depois que Sul abriu de 2ST, bolsa igual. No jogo das mulheres, Leda – Isabella pararam em 3ST, fazendo 11 vazas e ganharam 13 imps quando Lucilia e Laurita se desentenderam e ficaram em 5, duas down.

Carvalho 163 x 149 Mello, Casabona 129 x 220,5 Rio-Sampa

Mão 14:

Mello, Oeste, abriu de 2 (bicolor de copas e pobre) em terceira posição. Norte dobrou e Sul marcou 3ST. A saída foi espadas, e o ataque terminou com 6 vazas, uma down. Na outra sala, Vitamina abriu de 2 (fraco? Não sei se eles jogavam multi), e foi atacar 3ST. Saiu copas, que correu para o nove de Sul, mas com os ouros encostados, a mão não podia ganhar. 2 imps para Mello.

Leda – Isabella ganharam 3ST (se alguém souber como, me avise que eu coloco aqui), angariando 10 imps para Rio-Sampa.

Carvalho 163 x 151 Mello, Casabona 129 x 230,5 Rio-Sampa

Mão 15:

Todos marcaram 4 com as cartas de Este. Emilio recebeu a saída de ouros, e conseguiu cortar uns paus na mesa. Leão recebeu a saída de copas, e quando Norte voltou trunfos, fez a finesse, caindo uma a mais, 2 imps para Mello. Os mesmos imps foram para Casabona.

***

Placares depois do quinto tempo:

  1. Carvalho 163 x 153 Mello
  2. Casabona 131 x 230,5 Rio-Sampa
Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *