Seleção 2016 – Finais 3/6

Placares no final do segundo tempo:

Carvalho 66 x 62 Mello

Rio-Sampa 81,5 x 52 Casabona

***

Fred – Nader enfrentaram Mello – Emilio, enquanto Sergio Brum – Beto Brum jogaram contra Leão – Vitamina.

Isabella – Leda jogaram contra Laurita – Lucilia, e Irene – Lia Casabona sentaram contra Caru – Lucia. O vugraph desta rodada, no jogo feminino, ficou prejudicado, de modo que as informações que apresento aqui são as do BridgeMate.

Mão 1:

Fred (Norte) abriu de 1ST (14-16). Emilio dobrou, Nader tirou para 2, e E-O chegaram a 2, fazendo 10 vazas. Na outra sala, Leão (Este) carteou 4 com a saída de Dama de ouros. Ele ganhou de Ás e jogou o Rei de paus; Beto Brum, Norte, fez a vaza e voltou paus. Trunfo para o Ás do morto, e ouros. Beto fez o Rei e jogou o Valete de paus, cortado. Leão jogou a Dama de trunfos, trunfo para a mesa, e quando jogou espadas, Beto entrou com o Ás e arrancou o último trunfo (do morto) jogando ouros. 2 down, 7 imps e a ponta para Mello.

Isabella e Leda conseguiram cartear 2 em N-S, fazendo 8 vazas; na outra sala, Irene e Lia foram dobradas em 2, que também fez 8 vazas, 3 imps para Casabona.

Carvalho 66 x 69 Mello, Rio-Sampa 81,5 x 55 Casabona

Mão 2:

Um 4 bem razoável, vulnerável. Mas também é difícil de marcar depois que Oeste entra em 1 Espadas. Norte precisa “pegar o touro à unha”, marcando 2 ao invés de dobrar. Em Carvalho vs. Mello, os dois Nortes dobraram (Nader abriu de 1 precision em Sul, e Sergio Brum, de 1 natural). Quando Este (Emilio e Leão) apoiaram em 2, o leilão divergiu. Nader, que ainda não tinha mostrado ouros reais, marcou 3, Mello foi a 3, e este foi o contrato final. Na outra sala, Sergio passou sobre 2, e Beto Brum reabriu com 3. Última oportunidade para achar as copas (embora eu ache que Norte passaria sobre 3), mas Sergio Brum marcou 3ST. Os dois contratos caíram 2 (3 poderia ter caído mais), 7 imps para Carvalho, retomando a liderança em uma partida em que passagens do bastão ocorreram com frequência.

Na outra final, Leda – Isabella conseguiram cartear um parcial em N-S, jogando 3 e fazendo 10 vazas, o que lhes valeu 1 imp quando Caru – Lucia caíram 2 em 3.

Carvalho 73 x 69 Mello, Rio-Sampa 82,5 x 55 Casabona

Mão 3:

Mello – Emilio perderam o naipe de espadas quando Mello passou com as cartas de Oeste, em segunda posição. Fred abriu de 1, Nader marcou 1ST, e este foi o contrato final, terminando com as 7 vazas óbvias. Vitamina e Leão acharam este naipe, quando Vitamina abriu de 1, mas Leão marcou 4 depois que Norte entrou em 2, e este contrato não podia ganhar. Bolsa igual.

Na final feminina, Lucilia – Laurita também foram a 4, uma down, mas na outra sala Irene – Lia (N-S) caíram 2 em 4, e assim Rio-Sampa ganhou 5 imps.

Carvalho 73 x 69 Mello, Rio-Sampa 87,5 x 55 Casabona

Mão 4:

Fred abriu de 2, Precision, com as cartas de Norte. Nader, ao ouvir 2 de Emilio, marcou 4. O contrato final foi 5, uma down. Na outra sala, Beto Brum abriu de 1, Leão marcou 3 (bicolor de espadas e ouros), Sergio marcou 3, Vitamina marcou 4, e Beto Brum, surpreendentemente, passou; e passou de novo quando Sergio Brum dobrou. 4 dobradas feitas renderam 13 imps para Carvalho.

Na final feminina, Isabella – Leda conseguiram cartear 4 em N-S, ganhando 13 imps quando Caru – Lucia defenderam o game adversário em 5 dobradas, uma down.

Carvalho 86 x 69 Mello, Rio-Sampa 100,5 x 55 Casabona

Mão 5:

Apenas Irene – Lia Casabona conseguiram ganhar game em N-S, jogando 3ST por Sul e terminando com 12 vazas depois da saída de paus. Leda – Isabella caíram em 5 com a saída de copas, 13 imps para Casabona. Fred – Nader chegaram a 4 por Sul, um bom contrato, mas complicado com os trunfos 4-1. Mello, Oeste, saiu copas, fiou a primeira vaza de trunfos, viu o carteador jogar ouros para a Dama, e puxar uma honra de trunfos da mesa; ele fiou de novo, fez a terceira vaza em trunfos, e jogou ouros, para assegurar que o carteador só faria 3 vazas neste naipe. O total de vazas foi nove (4 espadas, 1 copas, 3 ouros, 1 paus), uma down. Sergio – Beto tiveram que lidar com mais uma interferência de bicolor do Leão: 1, 2ST de Este. Sul dobrou, Vitamina marcou 4, e Beto, compreensivelmente, marcou 5, uma down, bolsa igual.

Carvalho 86 x 69 Mello, Rio-Sampa 100,5 x 68 Casabona

Mão 6:

Emilio, Este, abriu de 1. Nader marcou 1, e ninguém segurou Fred antes do game, uma down. Na outra sala, Leão abriu as cartas de Este de 1ST, 12-14, encerrando o leilão. A saída foi espadas. Leão ganhou na mesa e jogou paus, fazendo 4 vazas neste naipe. Mas a festa estava acabando, e o carteador só faria mais uma vaza de espadas, uma down, 4 imps para Mello.

Na final feminina, Isabella – Leda conseguiram parar em 2 por N-S, ganhando 5 imps quando Irene – Lia foram a game.

Carvalho 86 x 73 Mello, Rio-Sampa 105,5 x 68 Casabona

Mão 7:

Caixão em 4.

Carvalho 86 x 73 Mello, Rio-Sampa 105,5 x 68 Casabona

Mão 8:

Em Carvalho vs. Mello, após Norte abrir de 1 e N-S verem a interferência em copas por Este (Leão marcou 2, Emilio marcou 3), o contrato final foi 6, 12 vazas, bolsa igual. Rio-Sampa ganhou 11 imps quando Irene – Lia ficaram em game.

Carvalho 86 x 73 Mello, Rio-Sampa 116,5 x 68 Casabona

Mão 9:

Depois de um começo idêntico: 1 (2) 2 (3), Fred marcou 3 , e Beto Brum marcou 4 , encerrando o leilão. O baralho não tinha milagres, 5 imps para Carvalho. Um swing idêntico a favor de Casabona na final feminina.

Carvalho 91 x 73 Mello, Rio-Sampa 116,5 x 73 Casabona

Mão 10:

Lucilia – Laurita jogaram 3ST em E-O, e as outras duplas jogaram 4. Todos fizeram 10 vazas, bolsa igual.

Carvalho 91 x 73 Mello, Rio-Sampa 116,5 x 73 Casabona

Mão 11:

 

Bolsa igual em Carvalho vs. Mello quando as duas mesas pararam em 2 e fizeram 8 vazas. Na final feminina, as duas carteadoras fizeram 7 vazas (provavelmente errando a jogada de espadas e perdendo um corte), mas Irene – Lia estavam em apenas 1, e assim Casabona ganhou 4 imps.

Carvalho 91 x 73 Mello, Rio-Sampa 116,5 x 77 Casabona

Mão 12:

O vugraph me diz que Mello abriu de 2, mas acho mais provável que ele tenha aberto de 2, pois Mello – Emilio jogam 2 multi, e 2 podendo ser a mão fraca com ouros. Emilio apoiou com 3, Nader dobrou, e marcou 4 sobre 3 de Fred. Como Norte tinha um lixo, não teve dúvidas e o contrato final foi 4. A saída foi Ás de ouros, e Emilio jogou pequena copas. O carteador fez a vaza e, sem muitas entradas na mão, jogou o Rei de paus. Mello fez o Ás e voltou paus. Fred fez a vaza na mão e fez a finesse de espadas. Agora ele tinha que decidir se Mello tinha algo como 2=3=6=2 ou 1=4=6=2. A primeira mão é bem mais provável, e ele foi por aí, batendo o Ás de espadas e caindo uma. Na outra mesa, Vitamina abriu de 3, Leão marcou 5, Sergio Brum dobrou, e este foi o contrato final, 2 down, 9 imps para Mello.

Leda e Isabella caíram em 4, provavelmente pela mesma razão que o Fred, enquanto Irene – Lia paravam em 3. 6 imps para Casabona.

Carvalho 91 x 82 Mello, Rio-Sampa 116,5 x 83 Casabona

Mão 13:

Emilio, Este abriu de 1, e Nader arriscou um dobre fraquíssimo, que levou sua dupla a 3, que é um bom contrato, mas soçobrou quando pegou os trunfos encostados.  Na outra mesa, Sergio Brum passou com as cartas de Sul, e passou de novo depois que ouviu o overcall de 2 de seu parceiro (este segundo passe me parece mais questionável — principalmente porque Este dobrou 2, mostrando apoio terceiro de copas, e o redobre é uma voz barata neste momento). E-O jogaram 2 e fizeram 8 vazas, bolsa igual.

Na final feminina, Lucilia – Laurita foram a 3 e caíram 3. Rio-Sampa ganhou 5 imps quando Caru – Lucia caíram uma em 1ST.

Carvalho 91 x 82 Mello, Rio-Sampa 121,5 x 83 Casabona

Mão 14:

Emilio – Mello ganharam 7 imps para sua equipe quando marcaram 4, depois do leilão 1 – 1ST – 3 – 4. (Na outra sala, em um leilão equivalente, Leão e Vitamina ficaram em parcial). A saída fatal seria trunfo, mas a saída (mais normal) foi ouros, e Emilio tinha 10 vazas claras. Na final feminina, bolsa igual quando as duas mesas ficaram em parcial.

Carvalho 91 x 89 Mello, Rio-Sampa 121,5 x 83 Casabona

Mão 15:

Bolsa igual em Mello vs. Carvalho, com as duas mesas fazendo 10 vazas em 3ST. Rio-Sampa ganhou 10 imps quando Irene – Lia Casabona ficaram em 3, enquanto Isabella – Leda faziam 3ST+1.

***

Placares depois do terceiro tempo:

  1. Carvalho 91 x 89 Mello
  2. Casabona 83 x 131,5 Rio-Sampa.
Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *